Divina Comédia Humana.

sábado, 1 de agosto de 2009
Em meio a confusões, amores, encontros e desencontros, altruísmos e egoísmos;
Drama lá está, em abundância, vivendo na mente e no coração, que adoram sentir, se importar, extrapolar; Não se importam com a dor.

"Só quero pedir pra ele esquecer ela, esse coração besta!
Não acha alguém que o queira poque sempre quer as erradas. Não se manda nem se escolhe, nos deixa malucos por aquilo que pouco ou nada vale.
Nos tira o sono, o canto, a voz, a alegria, a diversão, mas nos deixa espaço, corpo, tempo e... sempre... Sempre nos deixa uma maneira, um modo de dizer o "não", a palavra que às vezes é a única que presta.

Então me deixe viver, largue meu coração e minha mente, não quero me acorrentar ao passado, muito menos ao nosso passado.
Não que vá esquecê-la, te prometi que isso não faria. Mas eu só quero... não me importar; deixar passar, sabe?

Dizer o que penso, dizer o que sinto, liberdade pra ofender... machucar? não poderia, não com uma que tanto disse amar e me traiu.
Me traiu, sim, mas me amou, eu acho. Sei que a amei e disso não posso sequer pensar me arrepender.

Porquê? Ora! Porque me fez sentir, me fez engasgar, me fez chorar nos dias que não nos falávamos, me fez chorar ao demorar pra responder... me fezviver essa vida... esse Drama.

Eu devia agradecê-la, isso sim; Por trazer dor em um momento e felicidade em muitos.
Engraçado como é a dor que nos marca.

Ah... quem dera eu fosse pessoa melhor, poderia assim ajudá-la a crescer como cresci, transformar mente de menina em mente de mulher, ensinar que com o coração não se brinca e que "eu te amo" não é expressão de várzea.

Não deixe que a raiva encubra a razão... digo a mim, no meu egoísmo."


Ora direis, ouvir estrelas!? Certo perdeste o senso.

http://www.youtube.com/watch?v=AQ9wHpK52aQ&feature=channel_page

2 comentários:

Poetíssima disse...

O menino está se transformando em homem...
É na dor que crescemos... á na luta contra o casluo que a borboleta se liberta... é assim que você se tornará mais você!
Parabéns! Gostei muito..
Entretanto, se me permite, pequenos ajustes terá de fazer... 'Não acha alguém que o queira poque sempre quer as erradas.' [poRque né?! linha 5]

'me fezviver essa ' [5º parágrafo... separação de palavras!]

Desculpa se fui incoveniete, abraços!

Poetíssima disse...

Casulo.
Incoveniente.

Pronto?!

[risos!~]

Postar um comentário